quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Separação no casamento: ninguém é dono da sua felicidade. 11 dicas para superar e seguir em frente.



Quando você não deixa as pessoas irem embora sua vida fica trancada. Casamento falido





Ao contrário do que você imagina, você pode ser feliz. Pode ser feliz sem depender de ninguém ao seu lado.

Mas, terá que passar pela dor profunda do desapego.

Você deve entrar nesta dor e caminhar até sair mais forte "do outro lado". 

No final da caminhada você estará pronto para construir outra vida.

A dor será grande, mas (as vezes) é absolutamente necessária.

É sempre importante lutar para que o relacionamento dê certo. Mas, algumas vezes, isto é impossível.

Nesta hora, a dor virá quer você continue junto ou vá embora.







Antes das dicas, leia o texto abaixo:

QUANDO CHEGA O MOMENTO DA SEPARAÇÃO
A vida é construída com união e libertação.
União para realizar juntos o que sozinho é mais difícil.
Libertação, quando a união deixou de gerar frutos benéficos.
Em alguns momentos a libertação é cruel.
Os caminhos se separam e quem não se preparou (desenvolvendo qualidades) sofre muito.
Por isto, em todo e qualquer vínculo, procure desenvolver seus potenciais.
Se a união durar, será um motivo a mais de usufruto e intensidade benévola.
Se vier a libertação, será a base em cima da qual dará um novo começo à sua vida.
Todas as situações são mais fáceis para quem escolhe amadurecer, ganhar sabedoria e desenvolver qualidades.
Quando chegar seu momento de se despedir (e esse momento chegará) terá muita paz em seu coração e a certeza de que o recomeço será mais fácil.
A vida é cheia de recomeços, pequenos e grandes; muitas vezes com as mesmas pessoas.
Se faça preparado e disponível para enfrentar os desafios.

Regis Mesquita
Dica de leitura:


Ou seja: tendo uma vida boa ou uma vida ruim, você deve sempre desenvolver qualidades e habilidades.

Será através delas que você conseguirá gerar ganhos e recompensas em sua vida. Por exemplo: criar novas amizades, ter novos interesses, melhorar seus ganhos financeiros, etc.

Por fim, recriar sua vida afetiva. 


Pense nisto!

Aceitar a própria vida não é ficar parado. 
Aceitar é não perder tempo brigando com a realidade. 
Esta atitude nada constrói. Ao contrário, destrói.
Busque melhorar a vida. Tenha metas e objetivos.
Não disperse sua energia maldizendo sua vida atual.
Ao contrário, reconheça e agradeça os pontos positivos.
Sua motivação melhorará, pois seus objetivos estarão mais próximos.
Abrace as oportunidades que tiver com determinação e intenção de aprendizado.
Pois quem aprende abre mais portas.
Aceitar é estar pronto para encarar a verdade sem desculpas.
Quem é verdadeiro tem mais chance de vencer.
Aceitar não é se paralisar. Ao contrário, é o começo do seguir em frente.

Regis Mesquita

Pensamento inspirado pelo livro Nascer Várias Vezes




Algumas dicas:

1) Não saia por aí difamando o ex. Isto te manterá preso em energias e pensamentos negativos. Pensamentos negativos minam sua força. E você precisa dela para superar o momento atual.

2) Desabafe somente com pessoas confiáveis. Tem curioso demais por aí disposto a revelar sua dor mais íntima para os outros. Você não precisa de mais este problema.

3) Abra mão de saber da vida do ex. Não saber traz dor, insegurança, ansiedade... Algumas pessoas buscam desesperadamente saber da vida do outro. Isto só piora a situação. É como o viciado em cocaína que quer diminuir o sofrimento da falta da droga, usando-a. Sofra, mas fique sem saber da vida do ex. Aguente firme! Esta dor vai te tornar mais forte. 

4) Distraia a mente com outras atividades.

5) Tenha um objetivo: ser feliz, mesmo se estiver sozinha. Ganhe autonomia pessoal e afetiva.

6) Não faça loucuras para recuperar a autoestima. 

7) Cuidado com conselhos. Pessoas sacanas adoram aproveitar de pessoas que estão frágeis. E você está em um momento de fragilidade.

8) Busque a bondade e a generosidade, são sentimentos que vão aumentar sua qualidade de vida.

9) Reflita sobre as boas oportunidades de vida que você terá por estar sem o ex.

10) Faça terapia com psicólogo. Nela você poderá refletir de modo saudável sobre os eventos de sua vida que influenciaram na separação.

11) Identifique alguns motivos pelos quais você deve ter gratidão em sua vida. Faça o desafio da gratidão; encha sua rotina de sentimentos e pensamentos positivos. 


Força! Coragem! Amor!
Não deixe o medo e o ódio te paralisarem.
Siga em frente, construa algo bom. As vezes, demorará para você perceber os resultados. Porque as sementinhas devem nascer e crescer.
Portanto, não desanime.


Dica de Leitura:


Autor: Regis Mesquita




Curta agora o site Psicologia Racional no Facebook

Clique em "Curtir Página"




Eu agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link por email.




Leia também:






Atenção: Você pode receber as novas postagens do site Psicologia Racional no seu email. Na coluna da direita, digite seu email em "receba no seu email...". Depois confirme a inscrição clicando no link da mensagem que receberá no seu email.

É fácil! É rápido! É útil!




O melhor pedido de desculpas é a mudança de comportamento. Pare de se iludir




Quer ter acesso a centenas de imagens como esta acima para você escolher?
Clique aqui (Facebook) ou aqui (Pinterest)





Frase de Emmanuel: o grande egoísmo é a soma de pequenos egoísmos




Para você que está conhecendo o site PSICOLOGIA RACIONAL: este site se propõe a ter textos originais que discutam assuntos do cotidiano. São textos que servem para reflexão sobre a vida que cada um leva.






Um comentário:

  1. Muito bom o seu texto. Seu blog é interessante porque não fica só repetindo chavões. Ele faz a gente pensar...
    Eu me separei e fiz uma coisa que me deixou feliz: peguei as coisas dela e doei tudo. Quando ela me pediu e disse para ela o que fiz ela ficou muito puta da vida. Foi uma felicidade para mim.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...