quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O escândalo do uso de remédios para emagrecer




Regis Mesquita

Finalmente a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) resolveu agir sobre esta situação catastrófica. 

A situação é esta: existem remédios para emagrecer que causam sérios problemas à saúde e que criam dependência.

Pior, a eficência destes medicamentos é muito baixa. Estudos científicos mostram que apenas uma minoria muito pequena consegue resolver seus problemas com medicamentos. O resto volta a engordar, muitos até ficam mais obesos.

Existem outros problemas: quem usa estes medicamentos e não emagrece tende piorar a baixa auto-estima. Alguns deles tem efeitos prejudiciais sobre o comportamento humano. A lista de problemas é enorme.

A Europa e os EUA já baniram vários destes medicamentos. Estão proibidos lá.


E no Brasil?

"A Anvisa quer proibir a venda de inibidores de apetite à base de sibutramina e de anfetaminas (anfepramona, femproporex e mazindol), porque, segundo a agência, apresentam mais risco à saúde do que benefícios. Com base em dados internacionais e em um parecer técnico, a agência reguladora alega que o uso da sibutramina eleva o risco de problemas cardíacos, enquanto as anfetaminas aumentam as chances de problemas cardiopulmonares e no sistema nervoso central.

Outro argumento é que a sibutramina contribui pouco para a perda de peso dos pacientes. “Em nenhum grupo de pacientes, o benefício foi justificável para o uso”, afirmou o presidente em exercício da Anvisa, Dirceu Barbano.

Barbano disse ainda que esses remédios foram proibidos na Europa e nos Estados Unidos".

http://agenciabrasil.ebc.com.br/ultimasnoticias?p_p_id=56&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_56_groupId=19523&_56_articleId=3191288

Uma parte da comunidade médica está contra. Usam argumentos de que sem estes remédios o Brasil vai ficar pior. Besteira, outros países já vivem sem estes medicamentos e procuraram formas mais SADIAS E MAIS EFICIENTES de combater a obesidade.

Quem controla a alimentação é a mente. É lá que se desenrola a batalha principal. Por isto aprender a controlar a mente é o melhor caminho para ter uma ingesta adequada de alimentos.

"É a mente que regula os comportamentos, regula os instintos e regula a fome. É a mente que organiza as emoções, gera os pensamentos e produz os desejos. Enfim, todo o processo que faz você abrir a geladeira e comer algo é produzido dentro da mente. A alimentação é um ato mental. Se queres equilibrar a alimentação, nada é mais importante que controlar e reorganizar a mente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...