terça-feira, 10 de maio de 2011

Entenda porque as pessoas estão tendo mais doenças mentais (depressão, ansiedade, pânico, stress, etc)








Amigos do site Psicologia Racional,



O texto abaixo é uma interessante constatação de como o estilo de vida influencia no aparecimento de doenças.  Após o texto, comento como alguns comportamentos e valores podem gerar este adoecimento.


"Com mudanças no estilo de vida dos brasileiros, os transtornos mentais passaram a ocupar lugar de destaque entre os problemas de saúde pública do país.

De acordo com dados citados em uma série de estudos sobre o Brasil, publicada ontem no periódico médico "Lancet", as doenças mentais são as responsáveis pela maior parte de anos de vida perdidos no país devido a doenças crônicas.

Essa metodologia calcula tanto a mortalidade causada pelas doenças como a incapacidade provocada por elas para trabalhar e realizar tarefas do dia a dia.

Segundo esse cálculo, problemas mentais foram responsáveis por 19% dos anos perdidos. Entre eles, em ordem, os maiores vilões foram depressão, psicoses e dependência de álcool.

Em segundo lugar, vieram as doenças cardiovasculares, responsáveis por 13% dos anos perdidos.

Outros dados do estudo mostram que de 18% a 30% dos brasileiros já apresentaram sintomas de depressão.

Na região metropolitana de São Paulo, uma pesquisa, com dados de 2004 a 2007, mostrou que a depressão atinge 10,4% dos adultos.

Não é possível dizer se o problema aumentou ou se o diagnóstico foi ampliado, diz Maria Inês Schmidt, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e uma das autoras do estudo.

Ela afirma também que são necessários mais estudos para saber de que forma o modo de vida nas cidades pode influenciar o aparecimento da depressão, além das causas bioquímicas.

No caso da dependência de álcool, no entanto, há uma relação com o estilo de vida, uma vez que pesquisas recentes do Ministério da Saúde apontam um aumento no consumo abusivo de bebidas.

IDADE AVANÇADA

O envelhecimento da população também contribui para o aparecimento de transtornos mentais.  De acordo com o estudo, a mortalidade por demência aumentou de 1,8 por 100 mil óbitos, em 1996, para 7 por 100 mil em 2007.

"O Brasil mudou com consumo de álcool, envelhecimento e obesidade e, com isso, temos novos problemas de saúde", disse o ministro Alexandre Padilha (Saúde).

Em relação às doenças psiquiátricas, ele afirmou que a pasta irá expandir os Caps (centros de atenção psicossocial) e aumentar o número de leitos para internações de curto prazo. (Fonte UOL)


Comentários: 

Os valores humanos são a parte preponderante no adoecimento mental,  ou seja, ajudam a aumentar os casos de depressão, fobias, pânicos, etc.

Reflita: o que acontece na mente de um rapaz que trabalha o mês inteiro para ganhar 1000 reais e sente a necessidade de ter um tênis de 400 reais. É uma pressão brutal!

Não é apenas um adolescente apenas sob pressão. É uma geração treinada e condicionada à vaidade, exibicionismo, manipulação, desejos e mais desejos. São valores distorcidos que geram uma pressão psíquica muito grande. O resultado é que muitos vão adoecer.







A maioria virará, com o perdão da palavra: bunda mole. Não aguentarão trabalhar firme, não conseguirão se concentrar, não conseguirão tolerar a frustração, nem se esforçarão o bastante. O resultado será grandes pressões somadas à grandes insatisfações. (Esta é a geração seguidora, para ler outros textos sobre ela clique aqui)

Funciona assim: o sujeito trabalha e ganha hum mil reais. Ele consegue comprar o tênis de quatrocentos reais. Tem uma sensação de satisfação e vitória momentânea. Uma sensação rápida, porque logo depois sua mente é ocupada por outros desejos. Estes desejos sequenciais não são possíveis de serem atingidos (porque são muitos). O que PERMANECE é a sensação de desilusão, desânimo, etc.

E se este sujeito ganhar oito mil reais? O padrão vai ser praticamente o mesmo. Pois os custos dos desejos também aumentarão. O resultado é praticamente o mesmo entre a classe mais baixa ou mais alta. Grande nível de stress acompanhado por falta de motivações. (dica: faça uma pesquisa aqui no site sobre privação voluntária e leia os textos.)

Eles se percebem como vítimas, o que complica tudo. 

Uma mulher me procurou porque estava deprimida e gordinha (sou psicólogo). Ela se tratou, superou a depressão e emagreceu. A base da sua melhora foi ela assumir plena responsabilidade pela própria vida.

Esta paciente vitoriosa tinha uma amiga que seguiu o caminho da vítima. A crença da amiga era esta: "antes eu me sentia culpada de ser gordinha, agora sei que não sou culpada, tenho problemas (sou doente)".  Ela não é culpada, não é responsável, não é cúmplice. Ela é vítima, é doente. Ela é dependente de alguém ou de alguma coisa para resolver seus problemas. O resultado: ela se tornou uma grande consumidora de tratamentos, remédios e outras pseudossoluções que o dinheiro pode comprar. O resultado: nenhum positivo e muita insatisfação e desestímulo. Ela toma remédio para depressão. Suas escolhas de crenças e valores geraram muitas experiências ruins, promovendo a deterioração de sua saúde mental. (leia mais)



Clique Aqui
Esta é a paciente que o marketing da doença adora: a vítima que paga o preço que for para que os OUTROS resolvam seus problemas.

Uma mente fraca, que usa do discurso da doença para deixar de ser dona de seu destino e se tornar consumidora de pseudossoluções.

Isto dá certo? Pode dar certo com um, mas falha com mil.

Estes perfis de personalidades adoecem mais fácil.  Pressão, insatisfação, alto grau de stress, baixa tolerância à frustração, desistência só conseguem gerar o que é negativo para o corpo, para a mente e para a sociedade.

Jamais se esqueça da lei da vida: você deve lutar, assumir a responsabilidade de criar uma vida melhor para você mesmo e para a sociedade.

Mudando de assunto: é urgente proibir qualquer propaganda de bebidas alcoólicas. Incentivar algo ruim é péssimo para a sociedade.


Autor dos Comentários: Regis Mesquita
https://twitter.com/mesquitaregis




Clique em "Curtir Página" para curtir nossa página


Dica:
 você pode receber os textos do site Psicologia Racional no seu email. Na coluna da direita do site tem lugar para você assinar e receber os textos. Será mandada uma mensagem para seu email e você tem que confirmar que assinou.
Não se esqueça de liberar a entrada no email do site no seu anti-spam.







Para refletir:

Escolha no que melhorar, escolha onde ajudar, escolha qual pensamento negativo irá tirar da sua mente.

A vida começa na escolha e continua na paciência e na dedicação.

Só assim os frutos da escolha amadurecem e obtém-se a recompensa.

Este é o treino mental que todos devem fazer. Cada passo conquistado torna mais fácil a conquista do passo seguinte.

Por exemplo, uma pessoa treinada em se livrar dos pensamentos negativos terá mais facilidades em ter a mente clara que outra pessoa que passa a vida cultivando negatividades.

Treine todo dia sua mente para agir de forma construtiva. 

Fortaleça sua mente! Dote-a da capacidade de produzir o que realmente importante para você e para o espírito que você é.

Pessoas que se fortalecem são quem emanam as melhores energias.


Regis Mesquita
http://www.nascervariasvezes.com

O texto acima foi originalmente publicado na página Nascer Várias Vezes do Facebook



Eu agradeço muito se você recomendar esta postagem no G+, curtir no Facebook, retuitar ou mandar o link via email.





Leia também:

O poder do placebo, o poder de cura da mente

Estresse estimula regiões do cérebro associadas à depressão, ansiedade e esquizofrenia

Amizade faz você viver mais tempo

Súplica - uma poesia que explica a dor da depressão

Depressão tem cura! Não acredite na nova onda do marketing da doença.

A era do equilíbrio e do auto-controle e os remédios "para emagrecer" proibidos

Para os adultos que querem emagrecer: preparem-se para serem pessoas melhores

A medicalização da vida não para de crescer. Saiba como se defender.

Estratégia da indústria farmacêutica para aprovar medicamentos escondendo os resultados ruins

A arte de bem viver: jamais desprezar o que é bom

Tenha o interesse em não atrapalhar a vida de ninguém

É a privação que garante equilíbrio para minha vida



Para você que está conhecendo o site PSICOLOGIA RACIONAL: este site se propõe a ter textos originais que discutam assuntos do cotidiano. São textos que podem servir para reflexão sobre a vida que cada um leva. Com isto espero contribuir um pouco com você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...