sexta-feira, 18 de novembro de 2011

A humildade produz ganhos de eficiência e racionalidade. O orgulho gera confusão, maldade e sofrimento.









Amigos do site Psicologia Racional,

Vi a foto acima no site sul21, é uma manifestação de professores pedindo aumento de salário. Me chamou atenção o cartaz à esquerda: Contra Avaliação Externa.

O governo do Rio Grande do Sul está tomando a atitude corretíssima de avaliar o desempenho da educação no estado. A pessoa que leva o cartaz é contra a avaliação externa (talvez uma avaliação interna ela aceite).

No Brasil qualquer avaliação ou auditoria é vista como uma agressão. Na concepção da maior parte das pessoas a avaliação é feita quando há desconfiança e com a finalidade de punição.


Basta ver as manchetes de jornal quando a Polícia Federal resolve investigar alguém importante (falo só da polícia federal, porque a polícia civil de Minas Gerais e São Paulo só correm atrás de "pé de chinelo"). O fato dela abrir uma investigação é tratado como uma condenação - a pessoa fica marcada, mesmo se provar ser inocente.





Ou seja, na nossa cultura ninguém aceita qualquer tipo de controle externo. Este problema acontece nas Forças Armadas, no Judiciário, no Ministério Público, na Saúde, etc.

Qualquer auditoria, avaliação do trabalho e de desempenho é sentido como agressão, desafio, desconfiança, condenação antecipada, sacanagem. A luta de todos é manter o orgulho intacto e procurar algum motivo externo para justificar os problemas.

Se a educação está ruim é porque o salário dos professores é baixo, dizem alguns. Existem vários lugares do Brasil que os professores tem salário razoável. Nestes lugares a educação pública também é ruim. Existem países com salários de professores piores que tem resultados melhores. O salário dos professores não respondem por todos os problemas.  

O que fazer para melhorar a educação? Qual a forma de cada um colaborar (pais, alunos, professores, funcionários, etc.)?

Para melhorar é preciso ter humildade. Humildade de ser avaliado, humildade para escutar a avaliação, humildade para estabelecer diálogo, humildade para procurar ser melhor sempre.

Auditoria e avaliação VERDADEIRA é feita por pessoas externas, sem vínculo com os avaliados. A avaliação interna, entre pares, também é válida, mas não substitui a avaliação externa.

O Brasil precisa mudar seus conceitos, se quiser gerar uma sociedade mais justa, honesta e competente. Esta mudança é capitaneada pela humildade, pelo desejo de ser avaliado, auditado, orientado, treinado, ser exigido, cobrado, etc.

Isto é bom para nós mesmos.





A senhora da foto é vítima e perpetuadora desta cultura do orgulho e da irracionalidade. O resultado é um estado (no caso o Rio Grande do Sul) com dívida grande, gasto enorme e sem condições de pagar salário digno para os professores. O preço do orgulho é este - ela sente a cada pagamento.


PS: em respeito à professora, tampei o rosto dela na foto. Porque a função do site Psicologia Racional não é criticar ninguém, mas propor ideias que possam tornar o dia-a-dia das pessoas melhor.


PS: se quiser diminuir o stress da sua vida, aprenda a praticar a humildade em todos os setores da vida (podemos ser humildades em alguns setores e orgulhosos em outros).


Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/mesquitaregis






Clique em "Curtir Página" para curtir nossa página




Para refletir:

Evitar o orgulho, porque é a humildade que te permite aprender com os próprios erros.
Evitar o que foge da realidade, sendo natural e verdadeiro.
Evitar a ansiedade, pois o sábio é paciente para manter-se na labuta enquanto os resultados não chegam.
Evitar dispersar energias, porque a firmeza é a melhor forma de juntar sua força interior e criar uma nova realidade.
Servindo-se de suas qualidades e aprendendo com quem pode lhe ensinar, abrevia-se o sofrimento e aumentam os resultados positivos.
Seja firme, para realizar-se como profissional, como familiar e como ser espiritual.

Regis Mesquita

Reflexão baseada nos ensinamentos do livro “A Espiritualidade no Dia a Dia”: https://www.amazon.com.br/dp/B01LXTRN1C







Para refletir 2:


O orgulho é o cimento que cola grande parte das escolhas loucas que você percebe os outros fazendo. Você percebe nos outros. Dificilmente percebe em você, porque toda esta loucura parece justa para quem está em meio à confusão.

A confusão mental é a forma das escolhas insanas se manterem fortes. Por isto, uma das prioridades das pessoas é manter a mente calma e renunciar aos prazeres de imaginar cenas de vingança, desforra e humilhação do outro.

A autoprivação de fantasias te ajudará a fortalecer sua consciência e possibilitará mais prazeres reais.

Sua vida está repleta de desafios evolutivos. Cada desafio exigirá um esforço para superá-lo. Construir a paz e a satisfação verdadeira é o prêmio para quem aceita suas fraquezas e luta para ser cada vez melhor.

Regis Mesquita

Leia:
A suprema bondade começa com a eficiência. Faça tudo bem feito. Regis Mesquita




Fique atento: receba no seu email os novos textos do site Psicologia Racional.

Na coluna da direita existe um lugar para você digitar seu email. Depois você receberá um email de confirmação: clique no link e pronto. Todas as novas postagens serão mandadas para você.

É simples, fácil e útil.









Um comentário:

  1. O problema, Regis, é que em questão de educação esse tipo de avaliação externa deve ser diferenciado do que se faz em outras profissões. Se for avaliar o professor pelo desempenho dos alunos em provas que o próprio professor irá fazer e corrigir a coisa tem tudo para não dar certo.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...