quarta-feira, 25 de abril de 2012

Da produção do belo à vaidade destruidora. A vida medíocre de quem copia e imita. A autodestruição que é incentivada pela sociedade.



Quando a vaidade destrói e empobrece as pessoas





O belo faz parte da vida.
É uma das formas do ser humano sair de "dentro de si" e se envolver com o mundo (1).
O ser humano foi planejado para produzir o belo,
cada um segundo suas habilidades.
A minha, suponho, é escrever e estudar.
Por isto escrevo e estudo, para poder ofertar algo melhor.
Se cada escrito produzir uma gota de verdade e consciência,
mais colorido estará o mundo onde vivo.
O belo surge, portanto, da abertura de cada um para a vida,
a vida tal qual cada um tem, segundo suas potencialidades e habilidades.
O belo surge do se desenvolver e se revelar.
Quem se revela e esforça para ofertar, será visto.

sábado, 21 de abril de 2012

Aprendendo a viver a vida – o homem que descobriu seu caminho para a vida plena. Um exemplo de vida de quem enfrentou o câncer.



Ao enfrentar um câncer, ele descobriu o que é a vida plena






Amigos do site Psicologia Racional,


Abaixo você lerá um testemunho de vida. Os números entre parênteses são comentários meus e estão no final do texto.



"Olhos abertos

Enquanto a doença não passa rente a nós, a vida nos parece infinita e acreditamos que sempre haverá tempo para lutarmos pela felicidade. Antes preciso obter meus diplomas, receber meus créditos, é preciso que as crianças cresçam, que eu me aposente... mais tarde pensarei na felicidade(1). Adiando sempre para o dia seguinte a busca do essencial, corremos o risco de deixar a vida escoar entre nossos dedos, sem jamais tê-la de fato saboreado.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Games violentos, hiper-estimulação e as mudanças no cérebro da pessoa











Leia a noticia abaixo, depois eu comento:


Games violentos alteram funções do cérebro de jovens, diz estudo


Os videogames violentos alteram as funções cognitivas e emocionais do cérebro de jovens em apenas uma semana, segundo dados apresentados nesta quarta-feira (30) pela Sociedade Radiológica da América do Norte (RSNA, na sigla em inglês).


"Pela primeira vez percebemos que uma amostra aleatória de jovens adultos evidencia menos ativação em certas regiões frontais do cérebro depois de uma semana jogando em casa", disse o professor Yang Wang, pesquisador da Universidade de Indiana.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...