terça-feira, 5 de novembro de 2013

Maconha versus esquizofrenia: vale a pena legalizar?







Regis Mesquita



“Oficializar maconha é abrir fábrica de esquizofrênicos” ... “segundo estudos bem fundamentados, a maconha aumenta em 310% o risco de esquizofrenia quando consumida uma vez por semana na adolescência”. - Estas são as palavras de um psiquiatra da USP


Estas frases são verdadeiras? Sim e não.

O psiquiatra fez um exercício de futurologia histérico e infantil. Ao invés de se apegar à fantasias, convido-os a analisar dados muito importantes. Coloco alguns abaixo:


1) hoje a maconha já é livre (apesar de ilegal). Ela é comprada livremente em qualquer quarteirão brasileiro. Portanto, a legalização não vai abrir fábrica de nada. Um dos pontos altos do narcotráfico é sua rede de distribuição. É mais fácil comprar cocaína ou maconha que comprar sabão OMO (1). Esta rede de distribuição só existe porque é altamente lucrativa e tem gente lutando para vender as drogas. É um erro primário dizer que “vai abrir fábrica” de esquizofrênicos; se fosse para abrir, já estaria aberta a muito tempo.

2) existe um país no mundo que fornece maconha para seus cidadãos: a Holanda. Nesta página você encontra a posição oficial do governo de lá: http://www.holland.com/br/turismo/artigo/politica-holandesa-sobre-drogas.htm

Lá na Holanda não existe nenhuma fábrica de esquizofrênicos. Os resultados tem sido bons, como você pode ler no texto.

3) já li centenas de estudos científicos sobre o tema maconha, álcool e doenças mentais. As drogas psicoativas possuem efeitos sobre o cérebro e nem todos são positivos. Isto vale para as drogas legais (remédios e álcool, principalmente) e para as drogas ilegais.

Se você tem interesse no tema, não se informe por jornais. Eles buscam o que é polêmico, porque chama a atenção. Separei para você uma tese de mestrado sobre o tema:  http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/53563/2/O%20Papel%20da%20Cannabis%20na%20Etiopatgenese%20da%20Esquizofrenia.pdf

Preste atenção nesta parte da tese: “ Vários estudos revelaram que o consumo de cannabis (particularmente em adolescentes e jovens adultos) facilita a manifestação da perturbação (esquizofrenia) em indivíduos vulneráveis. De acordo com a hipótese neurodesenvolvimental, acredita-se que as consequências da exposição à cannabis são moduladas pela interação com outros fatores de risco, genéticos e/ou ambientais” (pag 4).


Deve-se ter muito cuidado com qualquer droga. Algumas pessoas devem ter mais cuidado ainda. Por exemplo: se você vem de uma família que tem alcoólatras, o risco é muito maior de você desenvolver a dependência ao álcool. O mesmo acontece com quem tem histórico familiar de problemas psíquicos graves, consumir drogas torna-se um risco muito maior.

Usar drogas é entrar em uma área de risco. Não adianta minimizar os riscos. Todavia, é errado criar alarmes falsos e histéricos. Uma pessoa que não tem predisposição à esquizofrenia não irá desenvolver a patologia por causa de um baseado por semana. Isto não acontece. Quem tem alguma predisposição, corre o risco. (Atenção: o uso em grandes quantidades gera intoxicações com grandes efeitos sobre o corpo e mente).

Se você for usar droga não caia na besteira de achar que não existem consequências. Tudo que tem ação, tem reação.

Existem pessoas que são ajudadas pela maconha. Outras se destroem com a erva.  Sabe porque? A droga é uma pequena parte de uma série de escolhas que a pessoa faz. Se você for usar maconha, equilibre sua vida com uma série de escolhas positivas. Um vida equilibrada tende a ser mais eficiente e ter melhores frutos.

4) demonizar as drogas significa dinheiro no bolso de algumas pessoas.  O alarmismo gera pais que são capazes de vender tudo para “curar um filho” que fumou um baseado. Se seu filho está fumando maconha você pode ficar preocupado. Jamais desesperado. Cuidado com os mercadores do desespero, eles querem seu dinheiro e usam vários disfarces.

Algumas pessoas estão deprimidas e encontram alívio nas drogas. Neste caso busque cuidar, prioritariamente, da depressão. Outros foram criados para serem consumistas e encontraram mais uma coisa para consumir. Alguns estão entediados ou com medo da vida. Outros só querem se divertir, etc. Para cada caso, uma abordagem diferente.

5) As drogas já são livres. Elas estão em todos os lugares, disponíveis para pessoas de todas as idades. É um erro associar drogas com adolescência. A maior parte dos consumidores de drogas tem mais de 23 anos. Grande parte tem mais de 40 anos.

Mais de 90% dos usuários com mais de 40 anos são pessoas normais: trabalham, estudam, cuidam da família, são úteis e produtivos. Portanto, não saem nos jornais.

6) Existem muitos indivíduos que são vagabundos, preguiçosos ou violentos. Este perfil procura as drogas. Depois, a família acha que é a droga o problema destas pessoas. Lembre: existem muitos problemas de personalidade. A prioridade é ajudar estas pessoas a serem melhores, superando suas dificuldades. Se você focar nas drogas perderá tempo precioso.

7) O álcool, com certeza, gera muito mais problemas para a pessoa e a sociedade do que a maconha. Você quer que ele seja proibido e crie a gangs de tráfico de bebida alcoólica? Imagine traficantes trocando tiros por causa de um carregamento de uísque. Foi exatamente o que aconteceu nos EUA, quando teve a lei seca. Na época os conservadores histéricos diziam que legalizar o uísque e outras bebidas alcoólicas era criar a destruição nacional ("abrir fábricas de doentes").

Quando acabou a lei seca, a máfia perdeu sua maior fonte de renda. A máfia não acabou, mas perdeu grande parte do seu poder.

A Holanda vive muito bem com a maconha sendo vendida legalmente. Os únicos que perdem são os traficantes, os policiais e juízes corruptos e os que ganham dinheiro com o histerismo contra as drogas.

Quando as drogas forem legalizadas no Brasil (com venda regulada) os traficantes vão perder o MONOPÓLIO. O poder deles diminuirá muito. Sobrarão muito mais recursos para tratar os viciados e educar para a prevenção.

Legalizar é a melhor forma de combater as drogas. As drogas já são vendidas livremente, falta acabar com o monopólio dos bandidos e dos corruptos sobre elas.


VOCÊ QUER COMBATER AS DROGAS?  LUTE PARA QUE SEJA PROIBIDA TODA E QUALQUER PROPAGANDA DE BEBIDAS ALCOÓLICAS

(1) estou preparando um texto sobre o incrível sistema de distribuição de drogas, que as torna disponíveis 24 horas por dia, em todos os ambientes. Em breve será colocado aqui no site Psicologia Racional.



Recomende esta postagem no G+, curtindo no Facebook, retuitando ou mandando o link deste texto por email.



Acompanhe as novidades do site Psicologia Racional no Facebook.



Leia também:












Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções






PS: agradeço às pessoas que acompanham o site Psicologia Racional, seja recebendo as mensagens via email, sendo seguidoras ou visitando-o de vez em quando. De “boca em boca” os números estão aumentando. Sua participação na divulgação do site é fundamental.

Obrigado!






Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...