quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Desenvolva seus potenciais para ser mais e não precisar da mentira.



mentira tira o prazer da vida






A mentira

Um dia um ancião chegou a um jovem e disse:
Você mentiria, uma mentirinha "sem consequências", por dez mil reais?

O jovem pensou um pouco e disse:
Uma mentira "sem consequências" por dez mil reais, certamente que sim.

Então o mesmo ancião repetiu a pergunta dizendo:
E por cinquenta centavos?

O jovem ficou muito bravo e disse:
Que voce pensa que sou?

O Ancião respondeu:
Quem você é eu já sei, só estou vendo qual é o seu preço!


Autor: Conto popular









Comentário: 


O ser humano constantemente se envergonha do seu egoísmo e da sua maldade. Cria ilusões para dissimular. Quando a dissimulação não é o bastante, cria desculpas.

Desculpas muito usadas são: "sem consequências", "pequenas", "sem maldade", "engraçada", etc.

Em meio a esta enorme quantidade de crenças, pensamentos e atitudes confusas e dissimuladas, a verdade perde a sua capacidade de gerar o aprendizado.

Ou seja, a pessoa não é capaz de aprender.

Ela repete dezenas de vezes os mesmos erros; sofre e faz os outros sofrerem.

Quem não enfrenta a realidade e a verdade fica fraco e com pouca sabedoria para lidar com o dia-a-dia.

Quando observa o resultado, ela se assusta.

Este lampejo de verdade é logo deixada de lado na consciência; volta a rotina de autoenganação.


Aprenda: desenvolva seus potenciais para ser mais e não precisar da mentira.

Mentira é uma força que complica a vida e raramente torna-a bem sucedida.


Autor: Regis Mesquita





Dicas, pensamentos, mensagens e novidades do site Psicologia Racional





Agradeço às pessoas que acompanham o site Psicologia Racional, seja recebendo as mensagens via email, sendo seguidoras ou visitando-o de vez em quando. De “boca em boca” os números estão aumentando.

Sua participação na divulgação do site é fundamental. Obrigado!






Desenvolva seus potenciais para ser mais e não precisar mentir







Para refletir:

Mentiras cortam o barato da vida, que é ficar em paz e com a mente sossegada.

Mentiras geram tensão e transformam momentos de alegria em confusão.

Mentira é o jogo da dissimulação. Querer impressionar o outro e conseguir mais do que se julga capaz.

Quem mente acha que a verdade lhe afeta negativamente.

Acredita que a verdade lhe limita e gera riscos desnecessários.

A verdade, para quem mente, é sempre desconfortável.

A verdade parece ser pouco e insuficiente; por isto os mentirosos querem sempre mais.

Na realidade, a verdade revela o que a pessoa é. E só é insuficiente para quem se privou de construir o que é bom dentro de si.

Se tornando limitada, sua verdade interior é limitada.

A pessoa perde grande parte do prazer da sua vida, transtorna a vida dos outros, mas não perde a pose.

Mentira é fazer pose. É o esforço para tentar ter mais do que teria com a verdade.

Mentira é um vício.

Regis Mesquita
Leia também: Tentar ser o que não se é gera neurose, depressão e aumenta a baixa autoestima


Texto originalmente publicado na página do meu livro Nascer Várias Vezes no Facebook: https://www.facebook.com/nascervariasvezes

















Sua rotina é sua vida




Se você estiver preparado para assumir a responsabilidade pela sua própria vida, você vai adorar o blog Caminho Nobre.



Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional: siga as instruções



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...