quarta-feira, 4 de maio de 2011

Terrorismo: com bombas e guerras por todo lado, milhares de Bin Laden vão surgir no presente e no futuro



Violência gera violência e perversão. Muitos Bin Laden vão surgir





Regis Mesquita



A cada bomba que os EUA jogam, mais jovens sem esperanças partem para o radicalismo.

As dezenas de ditadores corruptos, que contam com o apoio dos EUA, massacram a esperança dos jovens. Todos os dias, milhares deles são doutrinados pelos grupos islâmicos radicais.

Países que fazem as vezes de "amigos" dos EUA, como a Arábia Saudita, são os primeiros a financiar com BILHÕES de dólares grupos islâmicos radicais. Foi de um destes grupos radicais que surgiu o primeiro, mas não único, Bin Laden.



Governos que os EUA sustentam na base da "metralhadora" negam a liberdade religiosa. É o caso do Iraque, onde os cristãos são discriminados pelas leis e práticas que os próprios americanos ajudaram a criar.

Guerra é antes de tudo negócio e disputa de poder - alguém quer mandar e se dar bem, enquanto a maioria sofre.

Neste ponto sou descrente: morte, guerra, violência, miséria, corrupção, subdesenvolvimento, falta de liberdade religiosa - tudo isto é um berçário de novos Bin Laden.


Atenção: mais para o final desta página coloquei um vídeo sobre este tema.


Gostaria de indicar estes textos:

A morte de Bin Laden, a caminho da irrelevância

Guerra psicológica para sustentar as guerras militares



@mesquitaregis



PS: gostaria de lembrar que o plano de campanha do Obama, presidente dos EUA, era bem mais civilizado. Ele propunha substituir progressivamente as armas por ajuda humanitária; os EUA iriam ajudar a reconstruir casas, ajudar as pessoas mais simples, apoiar políticos honestos, etc. Não sei avaliar se isto está sendo feito, parece que não.

O plano era simples: vamos fazer o bem, para que através do respeito mútuo, o diálogo seja possível.



PS2:
Rambo 3 - a época em que o Taleban e o Bin Laden eram aliados dos EUA.

Osama Bin Laden foi treinado e recebeu recursos e armamento para, com o Taleban, combater a União Soviética no Afeganistão. O filme Rambo 3 gira em torno desta realidade. Abaixo a descrição do filme:  

Rambo refugia-se em mosteiro budista, em busca de paz espiritual. O retiro é interrompido quando ele descobre que seu mentor (o Coronel Trautman), caiu nas mãos dos soviéticos, durante os combates no Afeganistão. O que o coronel estava fazendo lá? Estava trabalhando para a CIA, ajudando o Taleban. Rambo vai ao Afeganistão e se junta com os rebeldes do Taleban em busca de resgatar seu mentor e libertar o povo afegão da invasão soviética. No final, ele acaba com todo os soviéticos, salva o coronel e vence a guerra.






Recomende esta postagem no G+, curtindo no Facebook, retuitando ou mandando o link deste texto por email.







Quem planta violência colhe agressividade das outras pessoas







Atenção:

receba todos os novos textos do site Psicologia Racional no seu email. Na coluna da direita tem um lugar para digitar seu email (será mandado um email de confirmação, clique no link deste email para efetivar a inscrição). Outra opção é você se tornar seguidor do site.


É simples! É rápido! É fácil!







Leia Também:


Guerra psicológica para sustentar as guerras militares

EUA, o consumismo é o orgulho que destrói. Sua vida é assim?

O enorme gasto militar do Brasil

Os animais de estimação de Sarajevo

Porque defendo os direitos humanos

Cristãos perseguidos, tragédia sem fim

No Brasil existem escravos? Existe, sim senhor.





Aprenda que a violência não gera a paz; gera feridas e ódios





O vídeo abaixo está em inglês, mas você pode colocar legendas em outro idioma. 

As imagens, por si só, são indicativas da barbárie.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...