terça-feira, 1 de novembro de 2011

A humildade e o conhecimento progressivo da vida




Quem traz a paz para seu interior está livre de ser dominado pela opinião alheia. Regis Mesquita




"Minhas ideias levaram as pessoas a reexaminar a física de Newton. Naturalmente alguém um dia irá reexaminar minhas próprias ideias. Se isto não acontecer haverá uma falha grosseira em algum lugar."

Albert Einstein





A frase de Albert Einstein expressa a progressividade do conhecimento social, cultural e, principalmente, individual. Além disso, expressa que o progresso é coletivo; um colabora com o outro no desenvolvimento das teorias e das sabedorias.

Em nossas vidas temos que continuamente nos transformar para adaptarmos às necessidades externas e internas. As fases da vida são os exemplos mais óbvios das mudanças obrigatórias. Um adolescente, com seus hormônios abundantes, terá que mudar. Uma pessoa que passa a precisar de óculos para ler terá que mudar.

A vida foi organizada para nos obrigar a mudar. O ser humano tende para a imobilização, portanto, a natureza colocou milhares de maneiras de tirá-lo da imobilidade.

Por exemplo: não controlamos todas as variáveis da vida. Cuidamos com carinho dos nossos filhos, mas quem garante que não surgirá um motorista bêbado que irá machucá-lo? Esta hipótese é improvável, mas não impossível. Ela expressa uma verdade: não controlamos plenamente o nosso destino.

Não controlamos a economia, o mundo, a natureza... não controlamos quase nada. Apenas podemos influir e tentar construir um bom caminho.

A progressividade de tudo é uma forma de nos lembrar da humildade. Tudo é impermanente. Tudo muda, lentamente ou não.

A disponibilidade interna para se transformar e ter novas experiências está se tornando o ponto central da vida humana. Sempre foi importante, mas hoje é muito mais importante. A necessidade das pessoas seguirem suas próprias vocações obriga a criação de um mundo multifacetado, porque as vocações são muito diferentes.

Um exemplo: o número de profissões está expandindo, assim como a quantidade de pessoas em determinadas áreas. Pessoas trabalhando com ciência (pesquisa e desenvolvimento) é várias vezes maior do que a 30 anos. O número de empregos em áreas culturais também progride. Estes são apenas dois exemplos de um mundo que se prepara para tornar mais fácil (ou menos complexo) seguir a própria vocação.




A circulação de diferentes tipos de conhecimentos permitem que mais pessoas se identifiquem com algo. Neste sentido, o mundo vê uma explosão de novas filosofias, terapias, lutas marciais, esportes, tecnologias, etc. Tudo isto serve para tirar as pessoas da zona de conforto de terem a mesma religião, o mesmo estilo de vida, os mesmos valores, etc. Somos diferentes e o mundo atual facilita esta diferenciação. As necessidades evolutivas das pessoas são diferentes. O esforço evolutivo é diferente. Tudo é diferente, e muda sempre.

A humildade e a aceitação são duas armas fundamentais para se transformar e seguir um bom caminho. Sem humildade e aceitação fica muito mais difícil avaliar a realidade e fazer escolhas positivas. Explico: um orgulhoso pode facilmente buscar o status (aquilo que todos valorizam) ao invés de buscar sua vocação. Correrá o risco de ter (por exemplo) uma profissão que não gosta.

O risco da liberdade é a pessoa pode escolher algo que aumente seus condicionamentos, traumas, bloqueios, pensamentos negativos, etc. É um risco. O risco de seguir segundo sua própria cabeça.

Algumas pessoas delegam sua cabeça para outros. Estes são os seguidores. Mas, até eles terão que mudar, porém outros determinarão o que irão desejar e como irão agir.

Como sempre, alguns seguem mais rápido e fazem melhores escolhas que outros.

Concluindo: se o conhecimento é sempre progressivo, temos que ter abertura para nos adaptar aos ganhos progressivos, aceitando-os e buscando-os.

Lembre-se:

"A pessoa sábia terá que enfrentar grandes e pequenos desafios em sua vida. Os enfrentará com melhores recursos, pois terá as facilidades decorrentes das qualidades e habilidades que desenvolveu. O ser humano imaturo terá muito mais dificuldades porque não saberá evitar os problemas e ainda usará sua imaturidade para dificultar a solução dos problemas. Todos terão que enfrentar desafios, que fique claro. Quem se perder em ilusões terá maiores dificuldades." (trecho do livro "A Espiritualidade no Dia a Dia" - clique aqui para conhecê-lo)



Autor: Regis Mesquita
https://twitter.com/mesquitaregis




Dicas, pensamentos e mensagens do site Psicologia Racional



Clique em "Curtir Página"









Perdão é a libertação de quem perdoa. Livre-se dos sentimentos negativos. Livro sobre a espiritualidade no dia a dia

Se prepare com o livro "A Espiritualidade no dia a dia"






Leia também:


A evolução dos espíritos encarnados no Planeta Terra e o afloramento dos instintos

Mudando seus padrões de pensamentos, abandonando o julgamento

Poluição sonora e diminuição da inteligência e da atenção em crianças 

A força do dinheiro inibindo pesquisas científicas com produtos e técnicas naturais 

Viver bem sem parte do cérebro 

No nível evolutivo da Terra é imprescindível saber se defender 

Permita que Deus o encontre. Esteja presente!










Para refletir:


Não fuja da sua vida.  Faça pactos da verdade com pessoas que possam contribuir com sua vida
O ser humano é imaturo.
Tem medo da verdade.
Para evitar problemas, as pessoas tornam-se dissimuladas.
Elas escondem de você o que percebem de errado na sua personalidade.
Por amor, algumas pessoas irão te cobrar menos ou te informar menos sobre as qualidades que você precisa aprimorar.
Outras, por serem indiferentes a você, não terão interesse em te informar a verdade.
A verdade é poderosa. Pessoas imaturas tem muito medo deste poder.
Amor e confiança é a principal arma para que a verdade possa aparecer de forma clara e ser absorvida sem briga ou desânimo.
É muito importante que haja pactos de verdade entre você e pessoas que você considera que possam te ajudar a reconhecer suas limitações e erros.
Ficar ISOLADO é um erro. Porque você jamais será capaz de perceber sozinho todos seus erros.
O pacto da verdade envolve amor e respeito. Mas, envolve principalmente o desejo de se ver e ver o outro MELHOR cada dia.
Ao escutar a opinião que vem do outro, você deve refletir sobre ela. Sem aceitar imediatamente e sem rejeitar imediatamente.
Fazer uma reflexão saudável que te permita se perceber e perceber detalhes da sua vida de modo diferente.
A decisão deve ser sempre sua. A responsabilidade sempre sua. A informação que vem do outro é somente uma forma de enriquecer sua percepção.
Lembre-se: este enriquecimento é muito importante para tomada de decisões saudáveis e eficientes.

Regis Mesquita

Reflexão baseada nos ensinamentos do livro “A Espiritualidade no Dia a dia”: https://www.amazon.com.br/dp/B01LXTRN1C




Compartilhe este texto com seus amigos e familiares.

Ajude a espalhar informação sadia e construtiva.















Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...