quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Propaganda enganosa constante: covardia com sua mente



Modelo de pele horrível aparece linda em propaganda de revista


A foto acima é original, sem manipulação da imagem. Observe a pessoa, é a mesma da foto abaixo.

Ela fez uma campanha de cremes antienvelhecimento e apareceu assim na propaganda:









Pele maravilhosa a dela, depois do tratamento no computador....

Esta propaganda foi proibida na Inglaterra, consideraram-na propaganda enganosa.

Nas próximas campanhas vão escolher melhor a modelo, com pele jovem. Assim poderão continuar a manipular: dirão que a pele jovem da modelo é fruto do uso do produto.

Ou vocês acham que a empresa deixará de fazer propaganda?






O problema não é só a propaganda enganosa. Toda propaganda é feita para influenciar pessoas, portanto, é uma área muito difícil de ser trabalhada sem "uma sacanagenzinha" (como me disse um publicitário).

O problema é que o marketing está cada vez mais presente na vida das pessoas. Há uma superexposição que impregna a mente das pessoas.

Tudo que é desequilibrado gera problemas e estes problemas precisam ser resolvidos. Superexposição ao marketing exige o estabelecimento de limites mais rígidos para evitar que as mentes das pessoas sejam exageradamente manipuladas.

Está em risco a saúde mental das pessoas.

Deve haver limites claros!

Clique Aqui
Transparência! Chega das propagandas associarem produtos com promessas, ilusões e outras associações indevidas (por exemplo: transforme sua casa em um lar ao colocar na sua sala um aparelho que solta inseticida de meia em meia hora).

Uma sociedade deve estimular os valores mais nobres da vida, SEM associá-los a algum produto, mercadoria ou tipo de consumo.

O que não se enquadrar nestes valores nobres deve ser inibido, taxado e, em alguns casos, proibido (proibida a propaganda, que fique claro).

O grande erro das pessoas é imaginar que têm pleno controle sobre suas mentes. Não, não tem. Propaganda constante e onipresente influencia sua mente e cria dentro de você necessidades e desgostos.



Lembre que o consumo só existe se anteriormente houver a insatisfação. Por exemplo, nos EUA 71% das meninas se sentem inferiores por causa da sua aparência. São presas fáceis para a vaidade e consumo de cremes e outros produtos para aliviar sua insatisfação. Lógico que é ALÍVIO, pois a insatisfação continuará levando-as a sempre procurarem alguma novidade fantástica.

Com insatisfação vem o stress; com a constante frustração que o consumo gera vem a baixa energia, angústia, ansiedade; alguns irão até a depressão, drogas, alcoolismo, etc.

O consumismo não é, por exemplo, responsável por uma pessoa ser alcoólatra. Ele apenas gera muita negatividade e sofrimento dentro das pessoas, facilitando o desenvolvimento de várias patologias: dependência de álcool e outras drogas, neuroses, etc. Cada um será afetado dentro de sua fraqueza ou predisposição.

É por isto, que o marketing deve ser muito controlado. A sociedade deve criar ambientes mais sadios para facilitar a vida mais sadia.

Pense nisto!


Autor: Regis Mesquita

Me siga no Twitter: https://twitter.com/mesquitaregis




Curta agora a página Psicologia Racional no Facebook

Clique em "Curtir Página"





Moda é seguir os outros, é abrir mão da própria personalidade






Leia também:







Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções




2 comentários:

  1. Hoje nós mulheres somos mais cobradas, temos que ser bonitas,jovens,"prendadas" até para poder mandar, trabalhar fora e dentro do lar e estar sempre disposta ,pois o marido pode procurar outra, como se pudéssemos evitar. A sociedade cobra, nós nos cobramos e o pior quando podemos tentar viver nossa vida , todos dizem V.não tem mais idade, tenho 48 anos, parece que para o mundo e até para família meu prazo de validade venceu, tudo pq cumpri com minhas obrigações fui criada com muito autoritarismo materno e ausência paterna, fiquei viúva cedo e aprendi a ser independente,não preciso de um homem para me dar mais trabalho e preocupações, ném prá ficar em casa comigo, sei ficar sozinha.Quero ser cada vez mais livre, esquecer do prazo de validade imposto por mãe, filho e sociedade. CHEGA! Se encontrar alguém "se", vai ser pq quero e não pq preciso ou como vejo por aí, pessoas que preferem ficar mal acompanhadas do que só, e essa pessoa tem que saber ou querer aprender a voar bem alto assim como eu, para que possamos aprender juntos mesmo que com rotas diferentes.

    ResponderExcluir
  2. Sempre afirmei e reafirmo; "quanto mais conheço as mulheres dou graças a Deus por ter nascido homem".Não é no sentido pejorativo ao contrário, é porque percebo como a vida exige mais das mulheres do que dos homens. Ainda vai levar um bom tempo essa situação ser corrigida. (Otacílio Wenceslau)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...