sábado, 4 de fevereiro de 2012

Coma Menos, doe mais - compartilhe. Aprenda a atingir vários objetivos e multiplicar o seu prazer.



Coma Menos, doe mais - compartilhe. Aprenda a atingir vários objetivos e multiplicar o seu prazer.





Amigos do site Psicologia Racional,


a figura acima é parte de uma campanha da ONG Halfsies estimulando as pessoas a comerem menos e doarem a diferença para alimentar quem tem fome. 


Quem se alimenta corretamente vive melhor. Alguns sofrem com o excesso e o descontrole, outros sofrem com a falta.


Esta ONG faz convênios com restaurantes. O restaurante serve meia porção e o sujeito paga inteiro, o dinheiro arrecadado vai para combater a fome.

Interessante!


Comer a metade da porção normalmente é o suficiente para a nutrição correta. Todavia, é insuficiente para uma mente que foi treinada para ser impulsiva e descontrolada. Esta mente tem que treinar ter autocontrole.


O autocontrole é conseguido através da autoprivação. E é aí que começa o nó psíquico de muitas pessoas.


As pessoas restringem a alimentação cheias de ilusões de beleza. Acontece que recebem imediatamente a fome, a frustração e o sofrimento. Elas não querem sofrer...


O autocontrole pressupõe uma escolha: "vou sofrer. Eu quero sofrer".

O treino é aprender a tolerar o sofrimento. Este treino transforma o que era negativo (privação) em neutro (privação sem sofrimento) - [leia mais aqui].



O fim do sofrimento acontece somente quando há o descondicionamento, que para algumas pessoas acontece somente depois de 2 anos.


Quando a pessoa se enche de ilusões, ela provavelmente perderá a luta.


Mudando de assunto: compartilhar (o prazer em ajudar alguém).

As pessoas podem compartilhar as porções. Ou seja, dividir com um amigo.

CLIQUE AQUI
O dinheiro economizado pode ter várias finalidades. Doar livro para bibliotecas, praticar caridade.

Ou podem gastar o dinheiro economizado com cultura. Gerarão empregos e ajudarão outras pessoas.

O que você precisa entender é que a privação voluntária significa o treino mental para multiplicar o prazer. Através dela pode-se atingir vários objetivos ao invés de um só.

Exemplo: uma pessoa sempre ia comer depois da "noitada". Comia e ficava o resto da semana insatisfeita com seu peso. Quando passou a se privar deste prazer noturno descobriu que sentia mais satisfeita por não haver comido e tinha dinheiro para ir uma vez por semana no cinema. Vários prazeres ao invés de um só.



Sobre o assunto alimentação e treinamento para mudar o padrão mental recomendo o seguinte texto: Focar o presente e a simplicidade para ampliar a satisfação.

Este texto explica que não basta sofrer ao se autoprivar, tem que sofrer com método para ampliar a consciência, a satisfação e a eficiência.

Todos os estímulos do mundo atual induzem as pessoas para desequilíbrios. O desafio evolutivo é o autocontrole como fortalecimento da mente e do equilíbrio na vida.



Autor: Regis Mesquita
Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com


SIGA A PSICOLOGIA RACIONAL NAS REDES SOCIAIS






"O ato de comer é um ato mental - nada melhor do que mudar as prioridades mentais para comer equilibradamente".
Regis Mesquita














Para Refletir:


IRRIGUE SUA MENTE DE PRAZER CRIANDO SITUAÇÕES POSITIVAS EM SUA VIDA



É fato que ajudar o próximo gera uma vida com mais boa vontade, mais dinamismo e entusiasmo.

É fato que servir e compartilhar faz a pessoa focar sua mente em atitudes úteis e pensamentos nobres.

É fato que cuidar e amparar ajuda a tornar mais forte o amor e a vida mais completa.

É fato que praticar a bondade e a generosidade faz as amizades reforçarem e a harmonia ser maior.

É fato que ao não ajudar o próximo as pessoas se distanciam e o egoísmo ganha força.

É fato que sem colaboração a harmonia vai embora e a má vontade desenvolve.

É fato que aonde não há a generosidade as pessoas ficam mais agressivas e a inveja floresce.

É fato de que sem bondade aumenta a desconfiança e a mesquinharia.

É fato que sem o amparo e o cuidar as pessoas não se importam em serem injustas e parciais.

É fato que viver em harmonia gera prazer e relaxamento. Viver em desarmonia gera tensão e insegurança.

Portanto, aprenda:

Quanto mais cansaço e stress em sua vida, menos relaxamento e menos paz interior.

Você pode mudar seus hábitos, sua rotina, seu trabalho, seu local de moradia. Talvez estas mudanças ajudem.

Mas, para onde você você for você levará sua mente e seu coração.

Eles precisam ser irrigados, precisam ser cuidados. Eles precisam que você pratique o servir, a compaixão, o cuidado, o amparo, a atenção para com o outro...

Sua mente e seu coração precisam que você crie situações nobres e benevolentes. É uma das melhores formas deles descansarem, recuperarem a força, sentir o prazer e a sabedoria brotarem de dentro para fora.

Irrigue sua vida criando situações positivas e nobres para você se envolver. Se dê ao direito de ter uma vida com mais dinamismo e prazer.

Abra as portas para viver com muita sabedoria e muita harmonia.


Autor: Regis Mesquita

Texto postado no APLICATIVO Dia a Dia Espiritual











Você é o que você faz repetidamente. Excelência não é um evento; é um hábito. Aristóteles













DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog PSICOLOGIA RACIONAL, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS e PROTEGIDOS.

 

Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções.






Um comentário:

  1. Gostaria de parabenizar pelo artigo! Sou nutricionista. Bom, essa questão da fome e desperdício é trabalhada todos os dias por nós!
    Compartilhei no meu blog e facebook.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...