terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Meu namorado me humilha. O que eu faço?










Email enviado ao autor do site Psicologia Racional (1)


"Boa tarde!

Meu nome é Marisa (nome falso) e estou passando por tanta coisa com meu namorado. Tenho sete anos com ele.

Ele me trata muito mal. Me humilha, joga as coisas na minha cara, não me liga mais; passa o dia todo e nem faz questão de mim.

Nós brigamos muito por que ele não me respeitar. Ele entra no Face e fica pegando o número do telefone de mulheres. Já me traiu com outras mulheres, no início do namoro.

Já terminamos e voltamos, mas eu acho que ele não tem mais interesse em mim. Vive me rejeitando. Até um beijo eu tenho que me humilhar para receber.

Eu me sinto um lixo. Mas, apesar de tudo, gosto muito dele.

O que eu faço?"







Resposta:

A vida passa rápido e quando você olha para trás já são 7 anos de namoro. Tempo que não volta mais.
Daqui a pouco são 14, 21, 35 anos. O que será de você daqui a 35 anos? Tente imaginar...

Pense assim: se tudo continuar como está, o que será da minha vida daqui a 15 anos ou 25 anos?

Pense no longo prazo: da forma como vivo hoje, como será meu futuro?

Você está construindo seu futuro. Seu presente é a base do seu futuro.

Posso te dizer o seguinte: seu namoro é hiper-super-decepcionante. Portanto, seu futuro está sob forte risco.

Se decidir continuar com ele, eu te recomendo: estude muito, mas muito mesmo. Se não der certo no amor, pelo menos poderá ter uma ótima profissão e um ótimo salário.

Acredite: chorar com dinheiro no bolso é bem melhor do que sem o dinheiro. Não é só por causa da grana; é por causa da autoestima. Você olhará para a sua vida e chegará à conclusão de que você fez alguma coisa bem feita.

Estudando muito, pelo menos 4 horas por dia, incluindo finais de semana, você não ficará totalmente dependente do seu namoro.

Regra: quando a pessoa adota uma postura de risco em uma área da vida, deve se esforçar o triplo em outras áreas. Se precisar recomeçar a vida é sempre mais fácil quando se desenvolveu outras habilidades.


Sabe o que acontece com mulheres que ficam se sentindo lixo? Elas acabam com o próprio corpo, ficam depressivas, sem motivação e sem atitude. É uma destruição lenta e contínua.

Portanto, tenha outras atividades na sua vida. Faça bem feito, muito bem feito o que decidir fazer.

Comece a mudar você mesma. Pare de esperar que o outro mude para você ser ativa e vencedora.

O primeiro passo para mudar a realidade é mudar você mesmo (leia este texto: http://caminhonobre.com.br/2013/04/09/o-primeiro-passo-para-mudar-a-realidade-e-mudar-voce-mesmo/ )

É você quem deve decidir sua vida. É você quem vai sorrir ou chorar com os resultados.

Lembre-se: sua vida é maior do que ser namorada. Enfrente o desafio de ser uma vencedora. Vença o medo da mudança.


(1) Você pode mandar sua mensagem para o autor do site Psicologia Racional. Ela pode ser escolhida e publicada aqui no site. Lembre-se: ao mandar a mensagem estará concordando com a publicação da sua mensagem (anônima) e da resposta.


O QUE VOCÊ PODE DIZER PARA A MARISA? Deixe um comentário para ela.


Autor: Regis Mesquita


Gostou deste texto?
Recomende esta postagem no G+, compartilhe no Facebook, retuite ou mande o link deste texto por email.


Acompanhe o site Psicologia Racional no Facebook

Clique em "Curtir Página"


Agradeço às pessoas que acompanham o site Psicologia Racional, seja recebendo as mensagens via email, sendo seguidoras ou visitando-o de vez em quando. De “boca em boca” os números estão aumentando. Sua participação na divulgação do site é fundamental.

Obrigado!







Pense bem:

Você permite muita coisa em sua vida. Seja por ter medo de perder algo importante. Seja por não ter se preparado para ter independência. Seja por não acreditar na sua força, etc.

Você permite! Não é vítima, é partícipe.

Sua alma anseia que você aprenda e se desenvolva. Ela quer, mas você insiste em não alimentá-la com a sabedoria que lhe mantém ativa.

Observe sua vida. Descubra quais são as qualidades e habilidades que precisa desenvolver para se tornar mais forte e conduzir sua vida por caminhos melhores.

Corra o risco de se tornar melhor. Pois, a liberdade é tanto maior quanto mais nos preparamos para enfrentar positivamente os desafios da vida.

Um deles é não reclamar! E ir à luta! Com garra e com vontade de ser melhor, sempre. Oferecer o melhor, sempre.

Regis Mesquita
Texto postado originalmente na página do Facebook  Nascer Várias Vezes




Reflita:

“Você é o ator da sua vida. Além de ator, você é o autor. Você é o responsável.

Mesmo que você não controle sua vida em sua plenitude, você controla o bastante para construir uma vida plena de conquistas.

O autocontrole é parte da capacidade de decidir o que estará presente em sua mente.

Controlar os pensamentos faz parte da opção de focar o que é construtivo e nobre.

Ninguém jamais conseguiu evoluir sem desenvolver o autocontrole dos pensamentos.

Afinal, se você não controlar seus pensamentos, alguém o controlará. Você será manipulado e perderá sua força interna.

Para não ser vítima de sua própria irresponsabilidade, aprenda a controlar seus pensamentos e tenha força para decidir de acordo com seus valores.

Se você quer evoluir espiritualmente, comece a treinar o autocontrole de seus pensamentos.”

Regis Mesquita

Conheça as mentalizações do blog Caminho Nobre: http://caminhonobre.com.br/

Texto postado originalmente na página do Facebook  Nascer Várias Vezes





Leia também:











Vencer dificuldades e torna-se um vencedor.





7 comentários:

  1. Marisa, voce não tá sozinha. Eu passo pelo mesmo problema. Obrigada por contar sua estoria me deu força para viver.

    ResponderExcluir
  2. Acho que ela não tem culpa. Os homens gostam de mulher que aceita tudo. Ela luta pelo que quer.

    ResponderExcluir
  3. Deus te abençoe sua vida está só começando não corre atras que ele esnoba. Despreza que ele fica inseguro e corre atrás é assim que faz o homem notar na gente.

    ResponderExcluir
  4. Eu estou passando algo assim também estou desempregada e de favor na casa do namorado,e e só brigar ele acha um jeito de mandar eu procurar um lugar.

    ResponderExcluir
  5. Marisa eu passo pela mesma situação que vc a mesma coisa,tbm passo por tratamento psicologico,a situação e´a mesma devemos cuidar e amar mais a gente,temos que despreza-lo só assim no final são eles que vão correr atrás da gente porque eles vão ver que está perdendo algo que vale a pena pra eles o resto só é aventura.....

    ResponderExcluir
  6. Oi marisa passo por isso amo eke demaus so q to cansada faz 5 anos viu vou chutar o pau da barraca to ficando depre eu preciso me amar primeiro isso nao e vida bjos

    ResponderExcluir
  7. Sei como é.Estou casada tem 5 anos.Ele era só um vigia e eu tinha um futuro mais promissor, trabalhava e era bem mais remunerada do que ele,num órgão público, estava terminando o curso de Direito e já tinha passado na oab.Ele me colocava no coab.Ele era louco para ser pai.Hoje temos uma filha de 1 ano e 4 meses, quando engravidei dela eu tranquei a faculdade e nos mudamos para outro estado porque ele passou num concurso melhor.Com isso eu sqi do emprego, minha faculdade ainda não transferi para terminar.A vida dele evoluiu e a minha regrediu.Através do computador. descobri que ele era bissexual, e superei.Descobri várias traições e invlusive que ele saia com uma ex que tinha dst.Superei tudo,mas ele não valoriza.Hoje moramos em um lugar onde eu não tenho ninguém por mim, sou o apoio dele pra tudo mas dele eu só ganho xingamentos e humilhações.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...