terça-feira, 5 de outubro de 2010

Amor, como não deixá-lo morrer?




Você possui muitos recursos pessoais. Precisa é acostumar a usa-los constantemente. Dicas para ser feliz no amor.






Recebo um email com uma pergunta comum: "comecei a namorar e era tudo paixão. Agora, parece que está morrendo. Não existe mais aquela paixão entre a gente. O que fazer?"

Deus organizou muito bem a natureza. Ele propiciou um início com bastante "química" (sic), a paixão. No início a química é uma força de união, pois gera intensidade. Esta "união química" visa dar tempo para surgirem outros sentimentos nobres. Ou seja, permite que o casal se conheça melhor, tenha experiências conjuntas, desenvolva segurança e confiança; tudo isto tem a função de reforçar o gostar.


MAIS TEXTOS DE PSICOLOGIA RACIONAL


Quando a "química" vai diminuindo, outros sentimentos e a razão devem agir. Todavia, em boa parte das pessoas aparece um vazio, que torna a vida uma rotina pobre e o envolvimento menos intenso.

Quando a química diminui o vínculo depende de cada um dos membros do casal; do que eles são e do que cultivaram ao longo de anos.




Algumas dicas para quem quer manter um vínculo intenso e mais satisfatório:

1) ATENÇÃO. A atenção deve estar focada no companheiro(a). Ou seja, quando ele chegar em casa tenha-o(a) como prioridade. Esteja junto, ajude-o no que puder. O homem deve ser serviçal da mulher e a mulher deve ser serviçal do homem. Ofereça o que você tem de bom: boa vontade, bom humor, carinho, cuidados.

2) DIALOGUE. Este é um dos maiores problemas dos casais. A maioria possui enorme dificuldade de falar o que é bom e muita facilidade de falar o ruim. No diálogo o importante é escutar o que o outro diz e valorizar. Pode ser que você não concorde, mas o que o outro fala é importante para esta pessoa. Assim, valorize a fala do companheiro(a).

LEIA TAMBÉM: Pablo Neruda, o poeta, explica os dois caminhos da vida e do amor

3) APROVEITE O QUE TEM E DESEJE MENOS O QUE NÃO TEM. A maior parte dos casais são "máquinas" de desejar. Acontece que o desejo é sempre uma forma de não estar no presente. Aproveitar ao máximo o que já tem, o que já conquistou, o que se é. Seu prazer está no presente, sua alegria está no presente, seu amor está no presente. Se prender a vários desejos é um grande brochante do amor e do afeto.

4) SE ACEITE E ACEITE O OUTRO. A paixão torna tudo belo. Diz a música do Chico Buarque: "amo tanto, e de tanto amar, acho que ela é bonita". Quando a paixão passa, diminui a aceitação; muitos casais acabam cultivando um negativismo que não combina com o amor. Se aceitar do jeito que é - esta é a prioridade. Aceitar o outro como ele é - é a prioridade. É muito mais importante se aceitar como é, do que buscar melhorar (mas, nunca deixe de melhorar).  O amor pode ser grande quando ele é focado no que existe e não em um sonho ou em uma ilusão.


Estas são algumas dicas para quem quer manter ou aumentar o amor com seu parceiro.

Clique Aqui
Frases de Regis Mesquita para pensar o amor:

1 - É fato que cuidar e amparar ajuda a tornar o amor mais forte e a vida mais completa.

2 - Aprenda a prestar atenção às necessidades de quem você ama. É melhor forma de manter o amor sempre em alta ao longo do tempo.

3 - Com sentimentos nobres (amor, compaixão, carinho, gratidão, etc) a vida humana flui com mais suavidade e mais energia.

LEIA TAMBÉM: Uma vida simples para ter tempo para amar 

4 - Turbine seu amor: gaste seu tempo com quem você escolheu, preste atenção nele(a). Sirva-o(a). 

5 - O amor, com traços egoístas, aos poucos perde a força. Para fortalecer e perpetuar o amor é necessário servir, cuidar e dar atenção. É desta forma que o usufruto multiplica: quanto mais servimos mais amor temos.

6 - O rancor faz as mãos se afastarem e o carinho ficar perdido em um passado distante. O amor desconsidera a maioria dos erros. 

7 - O ambiente do amor é aquele em que as pessoas podem errar sem serem destruídas. Ou podem revelar suas inseguranças e imaturidades sabendo que encontrarão apoio.

LEIA TAMBÉM: Deixo o amor fluir para que ele molde meus pensamentos

8 - O amor só se expande e amadurece quando não se transforma em dependência emocional.

9 - Porque procurar nos bens materiais a qualidade de vida que você possui gratuitamente se viver com amor no coração?

10 - A atenção e o servir são poderosos potencializadores do prazer humano.


Observe: uma das maiores dificuldades das mulheres é entender o porque elas compram uma lingerie nova e linda, colocam e o parceiro nem nota. Elas se frustam e acabam emburradas. Dizem que os homens são pouco românticos. O que existe é uma perspectiva diferente dos homens. Da próxima vez, ao invés de comprar uma roupa íntima, experimente o que é mais simples: beije-o intensamente, seja profundamente ativa e envolvida, oferte seu corpo, sua alma, sua intensidade de satisfação. Verá como dará muito mais certo.

Você possui muitos recursos pessoais. Precisa é acostumar a usá-los intensamente.

Abraço,

Autor: Regis Mesquita
Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com


Amor, como não deixá-lo morrer?



CONHEÇA E LEIA, CLIQUE AQUI





Para refletir 1:

Quando enxergar fraquezas na pessoa à sua volta, se cale.
Mas, não fique sempre calado.
Pois sem diálogo o amadurecimento é mais difícil.
Espere um momento em que sua paz esteja em sintonia com a paz do outro.
Diálogo em paz rende melhores frutos.
Comece o diálogo mostrando o potencial da pessoa.
Ela precisa de apoio para se transformar.
Mostre para ela a fraqueza.
Quem gosta, as vezes, tem que assumir a tarefa chata de ser o portador de palavras desagradáveis.
O amor exige coragem. Amor sem coragem é o caminho para a desavença.
Nem sempre o outro estará preparado para escutar ou para mudar. Tenha paciência!

Autor: Regis Mesquita





Para refletir 2:

FELICIDADE: TUDO QUE É BOM E SIMPLES PODE SER REPETIDO FACILMENTE

As “coisas bobas da vida” são um presente de Deus, valorizá-las é fundamental. Elas abundam em nossa vida; é só prestar atenção e ter boa vontade para usufruir. Vivendo intensamente o que existe, você produzirá a paz, a eficiência e a suavidade. Produzirá constantemente aquilo que os desperdiçadores chamam de “momentos especiais” (momentos raros para as pessoas que desprezam a realidade).

Resumindo: o que é simples e pequeno abunda na vida das pessoas. Aproveitar estas oportunidades significa gerar muito prazer (o melhor prazer que existe). Significa aprender a se focar e usufruir. Tudo de modo simples, mas constante e repetitivo.

É a vida daquele casal que ao retornar do trabalho conversam, se abraçam, sorriem e ficam felizes por terem um ao outro como amigos, como amantes e como fonte de bem estar. Todos os dias, aproveitam a simplicidade de terem um ao outro. Com estas pequenas escolhas se constroem grandes motivações para viver melhor – e mantém a chama do amor e do carinho acesa.

Dica de Leitura:
Sou o tipo de pessoa que vê beleza nas coisas mais simples e felicidade nas coisas mais bobas


Autor: Regis Mesquita
Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com


SIGA A PSICOLOGIA RACIONAL NAS REDES SOCIAIS





Dicas para não deixar o amor morrer














DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog PSICOLOGIA RACIONAL, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS e PROTEGIDOS.

 

Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções.








Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...