sábado, 4 de fevereiro de 2012

Coma Menos, doe mais - compartilhe. Aprenda a atingir vários objetivos e multiplicar o seu prazer.








Amigos do site Psicologia Racional,


a figura acima é parte de uma campanha da ONG Halfsies estimulando as pessoas a comerem menos e doarem a diferença para alimentar quem tem fome. 

Quem se alimenta corretamente vive melhor. Alguns sofrem com o excesso e o descontrole, outros sofrem com a falta.

Esta ONG faz convênios com restaurantes. O restaurante serve meia porção e o sujeito paga inteiro, o dinheiro arrecadado vai para combater a fome.

Interessante!

Comer a metade da porção normalmente é o suficiente para a nutrição correta. Todavia, é insuficiente para uma mente que foi treinada para ser impulsiva e descontrolada. Esta mente tem que treinar ter autocontrole.

O autocontrole é conseguido através da autoprivação. E é aí que começa o nó psíquico de muitas pessoas.

As pessoas restringem a alimentação cheias de ilusões de beleza. Acontece que recebem imediatamente a fome, a frustração e o sofrimento. Elas não querem sofrer...

O autocontrole pressupõe uma escolha: "vou sofrer. Eu quero sofrer".

O treino é aprender a tolerar o sofrimento. Este treino transforma o que era negativo (privação) em neutro (privação sem sofrimento) - [leia mais aqui].

O fim do sofrimento acontece somente quando há o descondicionamento, que para algumas pessoas acontece somente depois de 2 anos.

Quando a pessoa se enche de ilusões, ela provavelmente perderá a luta.


Mudando de assunto: compartilhar (o prazer em ajudar alguém).

As pessoas podem compartilhar as porções. Ou seja, dividir com um amigo.

O dinheiro economizado pode ter várias finalidades. Doar livro para bibliotecas, praticar caridade.

Ou podem gastar o dinheiro economizado com cultura. Gerarão empregos e ajudarão outras pessoas.

O que você precisa entender é que a privação voluntária significa o treino mental para multiplicar o prazer. Através dela pode-se atingir vários objetivos ao invés de um só.

Exemplo: uma pessoa sempre ia comer depois da "noitada". Comia e ficava o resto da semana insatisfeita com seu peso. Quando passou a se privar deste prazer noturno descobriu que sentia mais satisfeita por não haver comido e tinha dinheiro para ir uma vez por semana no cinema. Vários prazeres ao invés de um só.


Sobre o assunto alimentação e treinamento para mudar o padrão mental recomendo o seguinte texto: Focar o presente e a simplicidade para ampliar a satisfação.

Este texto explica que não basta sofrer ao se autoprivar, tem que sofrer com método para ampliar a consciência, a satisfação e a eficiência.

Todos os estímulos do mundo atual induzem as pessoas para desequilíbrios. O desafio evolutivo é o autocontrole como fortalecimento da mente e do equilíbrio na vida.






"O ato de comer é um ato mental - nada melhor do que mudar as prioridades mentais para comer equilibradamente".





Curta agora a página do site Psicologia Racional no Facebook.

Clique em "Curtir Página" para curtir nossa página.






Leia também:


Estratégias para viver melhor e sem ansiedade. Aprenda a usar as refeições para ter mais satisfação e comer menos.

A importância da autoprivação para a evolução espiritual

Dezenas de textos sobre autocontrole

Anticâncer: como o sistema imunológico reage aos sentimentos e pensamentos

Aprenda a tolerar um pouco de sofrimento para fortalecer sua mente. Mente forte é mais preparada para evoluir e conquistar objetivos.

Evolução é caminhar do complexo para o simples e do difícil para o fácil

Pense diferente e mantenha o bom humor

A melhor forma de conquistar o autocontrole

Ao invés de ampliar seus desejos, amplie sua consciência

Você se esforça para ser vencedor ou perdedor?



Atenção: receba todos os novos textos do site Psicologia Racional no seu email. Na coluna da direita tem um lugar para digitar seu email (será mandado um email de confirmação, clique no link deste email para efetivar a inscrição). Outra opção é você se tornar seguidor do site.

É simples! É rápido! É fácil!












Para Refletir:


IRRIGUE SUA MENTE DE PRAZER CRIANDO SITUAÇÕES POSITIVAS EM SUA VIDA



É fato que ajudar o próximo gera uma vida com mais boa vontade, mais dinamismo e entusiasmo.

É fato que servir e compartilhar faz a pessoa focar sua mente em atitudes úteis e pensamentos nobres.

É fato que cuidar e amparar ajuda a tornar mais forte o amor e a vida mais completa.

É fato que praticar a bondade e a generosidade faz as amizades reforçarem e a harmonia ser maior.

É fato que ao não ajudar o próximo as pessoas se distanciam e o egoísmo ganha força.

É fato que sem colaboração a harmonia vai embora e a má vontade desenvolve.

É fato que aonde não há a generosidade as pessoas ficam mais agressivas e a inveja floresce.

É fato de que sem bondade aumenta a desconfiança e a mesquinharia.

É fato que sem o amparo e o cuidar as pessoas não se importam em serem injustas e parciais.

É fato que viver em harmonia gera prazer e relaxamento. Viver em desarmonia gera tensão e insegurança.

Portanto, aprenda:

Quanto mais cansaço e stress em sua vida, menos relaxamento e menos paz interior.

Você pode mudar seus hábitos, sua rotina, seu trabalho, seu local de moradia. Talvez estas mudanças ajudem.

Mas, para onde você você for você levará sua mente e seu coração.

Eles precisam ser irrigados, precisam ser cuidados. Eles precisam que você pratique o servir, a compaixão, o cuidado, o amparo, a atenção para com o outro...

Sua mente e seu coração precisam que você crie situações nobres e benevolentes. É uma das melhores formas deles descansarem, recuperarem a força, sentir o prazer e a sabedoria brotarem de dentro para fora.

Irrigue sua vida criando situações positivas e nobres para você se envolver. Se dê ao direito de ter uma vida com mais dinamismo e prazer.

Abra as portas para viver com muita sabedoria e muita harmonia.


Regis Mesquita

Texto originalmente postado na página do Facebook Nascer Várias Vezes.

Todos os dias uma nova reflexão sobre a vida e o desenvolvimento humano e espiritual.












Caminho Nobre



Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções.





Um comentário:

  1. Gostaria de parabenizar pelo artigo! Sou nutricionista. Bom, essa questão da fome e desperdício é trabalhada todos os dias por nós!
    Compartilhei no meu blog e facebook.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...