quarta-feira, 30 de março de 2011

Famílias sem carinho, com agressividade e muita crítica. Dicas para melhorar o ambiente dentro de casa.




Família Tóxica possui muito negativismo e tensão. Aprenda a se defender para conseguir se expressar com gentileza e cordialidade




O texto abaixo é o desabafo de uma pessoa que não conseguia mais conviver com sua família por causa das críticas e desavenças constantes.

São família que querem viver unidas, mas não conseguem viver em paz e harmonia.

Após o texto, coloquei uma série de dicas e reflexões que vão te ajudar a gerar harmonia entre as pessoas.

Caso não queira ler o texto, sugiro que pule para as orientações (só rolar o texto para baixo).


"Mãe e pai queridos, vejam por que não posso ir para casa.
Posso falar com qualquer um de vocês muito bem, quando estiverem sozinhos
Mas a mesa de Ação de Graças estará cheia.
Se conversarmos, um de vocês provocará uma briga.

Andava pelo campo de batalha tentando atenuar o que foi dito
Tentando ganhar uma medalha, tentando levar um tiro na testa.
Pensava que devia defender e implorar,
Mas fiquei no meio do fogo cruzado de sua guerra velada.








O barulho da TV ecoa pelo ar para vocês não começarem.
Vocês defendem seus territórios nos quartos,
Para ficarem separados.
Os dias santos nos aproximam,
Depois de ficar o dito pelo não dito.
Vocês nos ensinaram a não dar chutes sob a mesa.
Chutem o ar em vez disso.


Amo vocês e jamais quero vê-los sangrar
Quando comentários cortam como faca,
Portanto, para controla-los eu entraria na frente e
Levaria o tiro por vocês como se não sentisse nada.
Acharia que ele passaria por mim
E não tenho cicatrizes para ocultar.
Estou aberto e tento amar,
Mas descubro que elas ainda estão aqui.

Porque andava pelo campo de batalha
Tentando defender, implorar.
Por favor, controlem-se um pouco mais
Até o próximo tumulto.
Aguentei tudo na infância,
Mas não aguento mais.
Porque levei muitos tiros em sua guerra velada."

de David Wilcox  (retirado do Livro: Não Seja Bonzinho, Seja Real)















DICAS DE UMA FAMÍLIA FELIZ

A família que tem muito amor é uma família viva, feliz; na qual milhares de situações acontecem.

No amor, as pessoas se permitem brincar, errar, divergir.

No amor não existe paz absoluta. Porque o amor é forte, criativo e permite a transformação.

Onde há transformação, há divergência e diferença.

A família que encanta pelo amor é aquela que perdoa e auxilia.

No mundo do amor há dinamismo, há aprendizado, há conquistas; por isto, existem as diferenças e divergências.

Mas, o amor acolhe as diferenças e diz: "fica do meu lado, porque juntos será sempre melhor".


Autor: Regis Mesquita
Contato e Terapia: regismesquita@hotmail.com


SIGA A PSICOLOGIA RACIONAL NAS REDES SOCIAIS








CONHEÇA A FILOSOFIA CAMINHO NOBRE 












RESPONDA: VOCÊ SE ENCAIXA EM ALGUMA DESTAS SITUAÇÕES?

Tem gente que não percebe o que é bom até perder.

Tem gente que corre atrás do que não tem e despreza o que possui.

Tem gente que sorri para desconhecidos e fecha a cara para a família.

Tem gente que ainda não aprendeu a dar valor ao que existe no aqui agora.

Tem gente que se magoa fácil com os outros e não percebe que suas atitudes também ferem.

Tem gente que escuta o outro e despreza o que outro lhe fala.


Dica de leitura:
Quem eu amo é diferente de mim






USE ESTAS FRASES PARA REFLETIR SOBRE A VIDA EM FAMÍLIA


Fuja das desculpas. Elas destroem lares, amizades, amores, famílias e até nações.

Se sua família é negativa, você não precisa ser.

Se sua família possui crenças que atrapalham seu crescimento, você não precisa manter estas crenças. Mantenha o amor, o carinho e a gratidão.

Uma das maiores dificuldades das famílias são as respostas imediatas, no calor da emoção negativa. Preste atenção nisto e faça um pacto familiar ou pessoal de não responder imediatamente e negativamente. No começo é difícil. Depois, só depois, entendemos o quanto é benéfico esta atitude.

O amor desconsidera a maioria dos erros. A crítica transforma simples erros em gigantes que destroem a paz.


Autor: Regis Mesquita


CONHEÇA E PRATIQUE AS MENTALIZAÇÕES






CRIE NO SEU LAR UMA CULTURA DE PAZ:

1 – evite crítica. Ao invés, estimule a melhora.

2 – não despreze a dificuldade do outro. Ao invés, esteja preparado para passar segurança.

3 – pratique a gratidão. Fale das boas ações e das conquistas positivas.

4 – pratique o autocontrole. Se for “explodir” tenha a bondade de se isolar e voltar quando puder dialogar racionalmente.

5 – ame sem controlar. Ao invés, aceite as diferenças entre os membros da família.

6 – se afaste de notícias que repetem sempre negatividades e futilidades. Ao invés, tenha fontes de informações que sirvam para sua vida hoje e daqui a 10 anos.

7 - uma vez por semana desligue tudo e fique exclusivo da boa e velha conversa ao vivo.

8 - preste atenção nas necessidades do outro e não as desqualifique. O que pode ser fácil para um pode ser difícil para o outro.

Autor:
Regis Mesquita

Dica de leitura:

Trate seus familiares como trata as visitas

Toda mãe deve aprender a se valorizar perante os filhos



Leia também:

Criança mimada: a falta do cultivo de bons valores, como o servir e o autocontrole

Crianças e adolescentes precisam é de bons valores - limites são menos importantes

Filhos inseguros, mães inseguras: um bom caminho para uma péssima educação

A coragem do amor cria a bênção do perdão

O preço da vida das pessoas na miséria e na ausência de justiça

Briga de casais: não se esqueça que seu cérebro completa e inventa a realidade

E quando todo mundo está certo? Viver sem brigas.




RECEBA AS MENSAGENS DO NOSSO TWITTER, CLIQUE AQUI




A IMPORTÂNCIA DE SE DEFENDER


Se você está em uma situação ruim você deve aprender a se defender.

São duas as funções da defesa:

1 - construir seu próprio caminho sem deixar que a baixa autoestima domine sua vida.

2 - ter força interior para se comunicar com gentileza, educação e paciência.

Um dos piores traços de quem vive em situações negativas é deixar com que as emoções tomem conta da vida, gerando pouco espaço para a reflexão.

Tanto a paciência, como a cordialidade, a educação e a reflexão demandam tempo para produzirem efeitos.

Por isto, você deve construir seu próprio caminho, sem ficar dependente, sem esperar e se magoar.

Mas, sua força interior somente aumentará quando você aprender a agir em paz, com serenidade. Você deve permitir que a ternura e a flexibilidade tomem conta da sua vida.

Lembre-se: a maior maldição é levar os conflitos dentro de você. Eles te acompanharão por onde você for e durante muitas décadas. Agora é a hora de ser diferente: se fortalecer, se defender para gerar o que é nobre.

Esta é a sua tarefa para se mudar.

Talvez os outros, baseados nos seus exemplos, também mudem.

Se não mudarem, você estará melhor, seguindo seu caminho, realizando conquistas e, quem sabe, estendo a mão para ajudar quem não mudou.

Não tenha dúvidas: a melhor condição da vida é quando a gente cresceu, amadureceu, superou traumas, mágoas e raivas. Nesta condição podemos ajudar mais, colaborar mais.

Sua paz interior deve ser sua defesa. Desenvolver suas habilidades e gerar conquistas deve ser seu objetivo. Ter força para manter a cordialidade em família é fundamental para te dar força interior para conquistar a paz, desenvolver suas habilidades e multiplicar suas conquistas.

Força! Desenvolva sua força interior.


Autor: Regis Mesquita

Dica:

Sugiro a leitura do livro "A Espiritualidade no Dia a Dia".


Ele explica de forma didática como se desenvolver de modo sadio e profundo.
https://www.amazon.com.br/dp/B01LXTRN1C


















FILOSOFIA CAMINHO NOBRE







Canal do YouTube recomendado



DIREITOS AUTORAIS

 

Os textos do Blog PSICOLOGIA RACIONAL, escritos pelo seu autor Regis Mesquita, estão REGISTRADOS e PROTEGIDOS.

 

Licença para reprodução dos textos do site Psicologia Racional, siga as instruções.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...